CC-BY-NC-ND 4.0 · Arq Bras Neurocir
DOI: 10.1055/s-0037-1602169
Case Report | Relato de Caso
Thieme-Revinter Publicações Ltda Rio de Janeiro, Brazil

Meningioma do quarto ventrículo: relato de caso e revisão da literatura

Meningioma of the Fourth Ventricle: Case Report and Literature ReviewAllan Dias Polverini1, Rodrigo de Almeida Simon Sola2, Guilherme Fonseca Bortoluzzi2, Ismael Augusto Silva Lombardi1, Giusepe Picone Junior1, Carlos Roberto de Almeida Junior1, Carlos Afonso Clara3
  • 1Neurocirurgiões Assistentes, Hospital de Câncer de Barretos, Barretos, SP, Brazil
  • 2Neurocirurgiões Pós-Graduados pelo Hospital de Câncer de Barretos, Barretos, SP, Brazil
  • 3Neurocirurgião Chefe, Departamento de Neurocirurgia do Hospital de Câncer de Barretos, Barretos, SP, Brazil
Further Information

Publication History

30 December 2016

16 March 2017

Publication Date:
17 April 2017 (eFirst)

Resumo

Meningiomas estão entre as mais comuns neoplasias do sistema nervoso central, com incidência que pode variar entre 15 e 40% dos tumores intracranianos. Destes, apenas 0,5 a 3% são intraventriculares, dos quais os mais raros são os de quarto ventrículo.

Os meningiomas do ventrículo IV se originam, geralmente, do plexo coroide e não possuem aderências durais. Na maioria das vezes, manifestam-se em pacientes jovens, em torno dos 41 anos, com possível predominância no sexo feminino, através de síndrome de hipertensão intracraniana e cerebelar. O tratamento consiste em ressecção cirúrgica, que, comumente, apresenta bons resultados devido às características tumorais. Por isso, para um melhor planejamento pré-operatório, faz-se importante a diferenciação radiológica entre os tumores mais frequentes nessa região.

Os subtipos histológicos mais comuns são fibroblástico e meningotelial, ambos de grau I da Organização Mundial da Saúde (OMS), embora existam relatos de tumores de grau II e III.

Relatamos um caso de meningioma do ventrículo IV operado em nossa instituição e realizamos revisão da literatura, através da qual verificamos que foram relatados 57 casos até o momento, sendo o primeiro de 1938.

Abstract

Meningiomas are among the most common tumors of the central nervous system, with incidence ranging from 15% to 40% of intracranial tumors. Of these, only 0,5% to 3% are intraventricular, the rarest of them occurs in the fourth ventricle.

Fourth ventricle meningiomas originate generally from choroid plexus and have no dural adhesions. Most often manifest in young patients, around 41 years, with a possible predominance in females, through intracranial hypertension and cerebellar syndromes. The treatment consists of surgical resection, which commonly presents good results due to tumor characteristics. So, for better preoperative planning, it is important radiological differentiation between the most frequent tumors in this location.

The most common histologic subtypes are fibroblastic and meningothelial, both WHO grade I, although there are reports of grades II and III.

We report a case of meningioma of the fourth ventricle operated in our institution and we have conducted a literature review, through which we found that 57 cases that have been reported so far, the first reported in 1938.