Arq Bras Neurocir
DOI: 10.1055/s-0036-1594244
Review Article | Artigo de Revisão
Thieme Publicações Ltda Rio de Janeiro, Brazil

Instrumentos para avaliação cognitiva de pacientes com traumatismo cranioencefálico

Cognitive Assessment in Patients with Traumatic Brain Injury
Ana Luiza Zaninotto
1  Divisão de Psicologia, Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo (HC-FM-USP), São Paulo, SP, Brazil
,
Vinícius Paula Guirado
2  Divisão de Neurocirurgia, HC-FM-USP, São Paulo, SP, Brazil
,
Mara Cristina Souza de Lucia
1  Divisão de Psicologia, Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo (HC-FM-USP), São Paulo, SP, Brazil
,
Almir Ferreira de Andrade
2  Divisão de Neurocirurgia, HC-FM-USP, São Paulo, SP, Brazil
,
Manoel Jacobsen Teixeira
2  Divisão de Neurocirurgia, HC-FM-USP, São Paulo, SP, Brazil
,
Wellingson Silva Paiva
2  Divisão de Neurocirurgia, HC-FM-USP, São Paulo, SP, Brazil
› Author Affiliations
Further Information

Publication History

09 June 2016

04 July 2016

Publication Date:
16 February 2017 (eFirst)

Resumo

O traumatismo cranioencefálico (TCE) é o maior problema de saúde pública nos países ocidentais. A ocorrência de um TCE traz diversas consequências negativas ao indivíduo, incluindo alterações comportamentais e cognitivas que afetam o ajustamento social e o desempenho em atividades funcionais. A avaliação das alterações cognitivas apresenta dificuldades de definição dos questionários e testes mais apropriados para análise ampla das condições do paciente para aplicação clínica. Neste artigo, realizamos uma revisão crítica dos principais testes de avaliação cognitiva utilizados atualmente, em ambiente clínico e de pesquisa, em pacientes com traumatismo cranioencefálico.

Abstract

The traumatic brain injury (TBI) is a major public health problem in Western countries. The occurrence of a TBI brings many negative consequences, including behavioral and cognitive changes, which affect the social adjustment and performance in functional activities. Cognitive evaluation after traumatic brain injury is a complex issue, regarding to define the most appropriate questionnaires and comprehensive analysis of patient conditions for clinical use. In this article we described a critical review of the main cognitive assessment tests currently used in clinical and research setting in patients with traumatic brain injury.