Arq Bras Neurocir
DOI: 10.1055/s-0036-1594244
Review Article | Artigo de Revisão
Thieme Publicações Ltda Rio de Janeiro, Brazil

Instrumentos para avaliação cognitiva de pacientes com traumatismo cranioencefálico

Cognitive Assessment in Patients with Traumatic Brain InjuryAna Luiza Zaninotto1, Vinícius Paula Guirado2, Mara Cristina Souza de Lucia1, Almir Ferreira de Andrade2, Manoel Jacobsen Teixeira2, Wellingson Silva Paiva2
  • 1Divisão de Psicologia, Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo (HC-FM-USP), São Paulo, SP, Brazil
  • 2Divisão de Neurocirurgia, HC-FM-USP, São Paulo, SP, Brazil
Further Information

Publication History

09 June 2016

04 July 2016

Publication Date:
16 February 2017 (eFirst)

Resumo

O traumatismo cranioencefálico (TCE) é o maior problema de saúde pública nos países ocidentais. A ocorrência de um TCE traz diversas consequências negativas ao indivíduo, incluindo alterações comportamentais e cognitivas que afetam o ajustamento social e o desempenho em atividades funcionais. A avaliação das alterações cognitivas apresenta dificuldades de definição dos questionários e testes mais apropriados para análise ampla das condições do paciente para aplicação clínica. Neste artigo, realizamos uma revisão crítica dos principais testes de avaliação cognitiva utilizados atualmente, em ambiente clínico e de pesquisa, em pacientes com traumatismo cranioencefálico.

Abstract

The traumatic brain injury (TBI) is a major public health problem in Western countries. The occurrence of a TBI brings many negative consequences, including behavioral and cognitive changes, which affect the social adjustment and performance in functional activities. Cognitive evaluation after traumatic brain injury is a complex issue, regarding to define the most appropriate questionnaires and comprehensive analysis of patient conditions for clinical use. In this article we described a critical review of the main cognitive assessment tests currently used in clinical and research setting in patients with traumatic brain injury.